Sobre lugares Viagens para dentro

Você teria um minuto para escutar a palavra de uma viajante?

Revirando na memória lembranças do meu mochilão pela Europa em 2014, veio-me à cabeça um casal simpático e jovem que dividiu comigo uma mesa dentro do barco que peguei entre duas ilhas gregas.

Conversávamos por um bom tempo quando eles finalmente revelaram:

“Somos testemunha de Jeová e queremos te ensinar a palavra de Deus.”

Nessa hora eu olhei pra todos os lados procurando pra onde fugir. Olhei meu relógio e ainda faltavam 4 horas de viagem. Não tinha jeito. Tive que escutá-los até o final da viagem.

Decidi dar uma chance ao casal já que pareciam pessoas muito boas. Afinal, o princípio de toda religião é fazer o bem. O problema é: quem disse que você sabe o que é melhor pro outro?

Eles me falaram sobre a jornada deles para entender porque Deus permite tanto sofrimento. Por que um Deus tão bom deixa o homem sofrer? Respondi a eles que não culpassem Deus pelas cagadas do ser humano. E que seria impossível um mundo onde todos fossem felizes e não sofressem, Talvez, nós, reles mortais, tivéssemos inventado uma outra forma de sofrimento caso não existisse o que entendemos hoje por sofrimento.

Leram em voz alta algumas passagens da Bíblia das quais não me recordo. Disse-lhes que a Bíblia não é o único texto sagrado e que havia uma série de outras verdades e crenças nas quais poderíamos basear nossa discussão. Então, disseram-me:

“Deus é um só. Essa é a palavra de Deus.”

“Mas e o Torá? E o Alcorã..”

“O Alcorão é obra do diabo. Deus não pediria que os homens se explodissem com bombas matando várias pessoas.”

É essa a hora que você desiste de debater. Quando sabe que o outro esta decidido a não te ouvir.

“Menina, se tu não acreditas na Bíblia, então tu não acreditas em Deus. Esse é único Deus. Essa é a palavra Dele.”

Ora, não sei em que acredito. Na real, se Deus existe, ele não é a forma humana de um homem hétero e branco como sempre é representado. Talvez seja alguma força misteriosa sem forma, cor ou gênero. E disso ninguém nunca terá certeza.

Durante todas minhas viagens, pude conhecer pessoas adeptas a diferentes crenças. Aprendi com elas a importância da fé, mesmo que nao acompanhada de uma determinada religião. Religião nada mais é que a institucionalização da fé. Aquilo que liga os homens, como já explica o sentido etimológico da palavra. Nada tem a ver com voce ser ou nao um ser humano melhor. Já a fé tem a ver com a sua capacidade de se distanciar do seu eu e observar as coisas de um outro ponto de vista. Tem a ver com compreensão, perdão e autoconhecimento. E não precisa nem acreditar em Deus, necessariamente, para isso!

Há quem acredite em Deus, há quem acredite em Allah, há quem acredite em vários deuses ao mesmo tempo, Javé, Lord Ganesha, no poder da meditação, Tupã ou até mesmo o Monstro do Espaguete voador (é sério, essa religião existe). Essa pluralidade não faz com que o seu Deus seja menor ou menos importante que os outros. Muito menos melhor ou mais importante. Seu Deus não é mais real que o dos outros. Não importa quantas vezes você reze o terço ou quantas vezes vá à Mesquita, se não somos capazes de reconhecer que nossa verdade NÃO É única e absoluta e se não soubermos ouvir o outro NUNCA seremos capazes de realmente fazer o bem.

 

2 thoughts on “Você teria um minuto para escutar a palavra de uma viajante?”

  1. Acredito que realmente ou você não entendeu ou o casal não soube explicar direito , mas as testemunhas de Jeová não culpam Deus pelo que ocorre de ruim no mundo. Essa pergunta é feita sobre Deus causar o sofrimento é para saber sua opinião. Quanto a Deus, sim… Deus é único porém, a interpretação Dele é feita por milhares de religiões de forma diferente seja pelo alcorão ou qq outra religião. Acredito que Deus nos deu o livre harbitrio para decidirmos como viver aprender sobre Ele e fazer o”melhor” que podemos em nossas vidas, mas tudo tem escolhas e consequências e sim Deus apesar de único está em tudo em vc, em mim, na natureza… Somos tudo Obra de Deus uma prova da sua existência perfeita.

    1. Se eles perguntam o porque de Deus deixar o homem sofrer, ‘e pq acreditam que ele poderia evitar. Nao to nem discutindo esse ponto, mas a falta de flexibilidade deles na hora do debate. Por que chamamos Deus de Deus? Nao discordo que ha algo maior que nos por ai, mas nao acho que isso seja necessariamente Deus. Existem varias maneiras de olhar pra espiritualidade. Nao existe nada que seja verdade unica. Por isso eu gosto tanto de escutar sobre diferentes religioes. Quando voce diz que Deus ‘e unico, voce nega a existencia de Allah e outras formas de for’ca superior pela qual as pessoas expressam sua f’e. A verdade, ninguem nunca vai saber de fato. Alias, nao quis falar mal dos testemunhas de jeova baseado so nesse casal! Foi um exemplo apenas. Gente sem nocao tem em qualquer religiao, tem ateu, tem tudo haha (perdao pela falta de acentos, o computador do qual estou escrevendo nao tem teclado BR)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *